Ligue-se a nós

Distrito Federal

Primeira creche pública do Gama atenderá 188 crianças de até 2 anos

Publicado

no

Obra tem investimento de R$ 4 milhões do Governo do Distrito Federal e está em fase de acabamento; atendimento em período integral oferece alimentação de qualidade e desenvolvimento infantil

Em breve o Gama vai ganhar a sua primeira creche pública de sua história, o Centro de Educação da Primeira Infância (Cepi) Jardim das Acácias. O novo espaço proporcionará mais tranquilidade aos pais, que em breve poderão deixar as crianças durante um período integral em um local seguro e aconchegante, enquanto trabalham e cuidam da casa.

A nova unidade educacional atenderá crianças de 4 meses a 2 anos de idade em dois berçários, e tem capacidade para 188 crianças em período integral nas dez salas que fazem parte do complexo. São duas salas para crianças de até 1 ano (20 alunos), duas salas para a faixa de 1 a 2 anos (32 alunos) e duas salas para crianças de 2 a 4 anos (40 alunos), além de quatro salas de pré-escolas que comportam 96 crianças.

Com aproximadamente R$ 4 milhões de investimento, a estrutura também conta com bloco administrativo, cozinha, refeitório, berçário, salas de amamentação e de lactação, cozinha, sanitários infantis, espaço para banhos, solários, parquinho e as alas para os funcionários.

Anúncio

Segundo o fiscal da obra, Samuel Ximenes, a construção já está na fase de acabamento. Entre os trabalhos restantes estão algumas calçadas na área externa, a instalação do piso emborrachado do playground, plantação de gramados e a ligação de energia. “A obra está muito próxima de finalizar”, afirma o engenheiro.

Presente para a comunidade

Já são cerca de 60 pessoas na fila de espera para os berçários do novo Cepi do Gama. Entre os interessados está o assessor jurídico Gilmar Martins Pereira, que quer colocar sua filha Maria Fernanda, de 2 anos, na nova creche pública. Atualmente a pequena estuda em uma creche particular, o que pesa na renda da família.

“Vai ser um presente para nós da comunidade do Gama”, diz o assessor jurídico Gilmar Martins Pereira

Gilmar afirma que a criança terá uma qualidade de vida melhor com o dinheiro da mensalidade disponível, podendo contemplar a filha com roupas, calçados e outras necessidades. “Com a alimentação, apoio psicológico e tudo mais, vamos ter uma folga no orçamento e na nossa mente também. A gente vai saber que ela está bem-cuidada, em segurança e ter toda a prestação de serviço que uma criança merece, então ficamos satisfeitos. Vai ser um presente para nós da comunidade do Gama”, acentua Gilmar.

Arte: Fábio Nascimento/Agência Brasília

A cabeleireira Priscila Santana é mãe de Samuel, de pouco mais de 1 ano, que também poderá ter a oportunidade de frequentar a nova creche. “Graças a Deus, eu fui contemplada. Saber que agora a gente vai ter um espaço maior é bem melhor. Acredito que vai ser bom para outras mães, porque aqui no Gama a gente não tinha essa flexibilidade para o berçário. Fica mais fácil para a gente ser gratuito, é um alívio no bolso e a estrutura é maravilhosa, um lugar muito bonito”, reforça Priscila.

A coordenadora Regional de Ensino do Gama, Cássia Marques Nunes, destaca a parte que será trabalhada com as crianças que ficarão na creche, que vai além do cuidado e alimentação, estimulando a parte psicomotora, importante para os bebês e crianças.

A cabeleireira Priscila Santana celebra ter sido contemplada: “Fica mais fácil para a gente ser gratuito, é um alívio no bolso e a estrutura é maravilhosa”

“Essa parte sendo bem trabalhada, as crianças conseguem ser alfabetizadas com mais rapidez. A creche não entra com a alfabetização, mas esse trabalho que é feito de coordenação motora e estimulação desde cedo dá um ganho muito grande na hora de aprender a ler e escrever”, observa a pedagoga.

Escolas renovadas

Anúncio

Distrito Federal

Comunidade de Santa Maria promove “Plantio de mudas no Parque”

Publicado

no

Por

Diversos atores e seguimentos sociais da comunidade de Santa Maria-DF se organizam para mais uma ação sócio-ambiental e convidam a população para a atividade de “Plantio de mudas no Parque Ecológico” da cidade

Santa Maria-DF — A comunidade organizada de Santa Maria está convidando toda a população para participar de um evento especial de plantio de mudas, que ocorrerá no Parque Ecológico de Santa Maria no dia 13 de julho, às 9h. A iniciativa busca promover a conscientização ambiental e a valorização do parque, em meio aos desafios ambientais que o mundo enfrenta.

O evento está sendo coordenado e mobilizado pelo ativista sócio-ambiental Jorge Alexandre, um dedicado morador da cidade que tem se empenhado em ações voltadas para a preservação do meio ambiente.

Nós temos uma luta doméstica dentro da cidade para que o Parque Ecológico seja provido de infraestrutura e tenha o pleno funcionamento para atender a comunidade e que cumpra sua função ambiental. Esta é mais uma, entre várias ações que vamos estar realizando no nosso Parque.

Diversas instituições locais estão apoiando e patrocinando o evento, incluindo:

  • Academia Corpo e Arte – A academia mais tradicional de Santa Maria
  • Colégio Santa Maria
  • Achei Comércio – Santa Maria e Gama
  • Portal de notícias “fatonovo.net”

Quem conhece e ama Santa Maria sabe que precisamos nos unir para que tenhamos uma cidade realmente funcional. Essa ação coletiva em favor do parque só mostra como podemos fazer a nossa parte, com cada um dando sua contribuição, afirmou Jonas Adriano, atleta e empresário pioneiro da cidade, dono da Academia Corpo e Arte.


O Instituto Brasília Ambiental (IBRAM), através do presidente Rôney Nemer, também manifestou seu apoio à iniciativa, reforçando a importância de ações comunitárias em prol do meio ambiente.

Anúncio

A ação tem como principal objetivo divulgar e conscientizar a população sobre a importância do Parque Ecológico de Santa Maria, promovendo a preservação ambiental e incentivando a comunidade a se engajar em práticas sustentáveis.

Participe!

A comunidade organizada de Santa Maria convida todos a participarem deste evento significativo. Venha plantar uma muda e contribuir para um futuro mais verde e sustentável.

Para mais informações, entre em contato com os organizadores através das redes sociais ou dos patrocinadores locais.

Serviço:
  • Data: 13 de julho de 2024
  • Horário: 09h
  • Local: Parque Ecológico de Santa Maria
  • Contato: Jorge Alexandre – (61) 991046024 / 983119236

Arte: Fato Novo


Por Fato Novo – Notícias e Informações

Anúncio
Continuar Lendo

Distrito Federal

AGU estuda ação contra PPCub: “Total prioridade”, diz Messias

Publicado

no

Por

Ministro-chefe da Advocacia-Geral da União, Jorge Messias disse que o estudo sobre PPCub vai avaliar “possível ameaça à segurança nacional”

A Advocacia-Geral da União (AGU) encomendou um estudo sobre a constitucionalidade do Plano de “Preservação” do Conjunto Urbanístico de Brasília (PPCub), aprovado em junho pela Câmara Legislativa do Distrito Federal.

O estudo foi encomendado pelo ministro-chefe da AGU, Jorge Messias, nesta quinta-feira (11/7), após uma reunião com o deputado distrital Chico Vigilante (PT), parlamentar que é contrário ao plano aprovado.

À coluna, Messias afirmou que o estudo vai avaliar a “constitucionalidade” do PPCub e a “possível ameaça à segurança nacional” e “violação das regras do patrimônio histórico e artístico nacional” provocadas pelo plano.

Anúncio

“Determinei a realização de um estudo imediato sobre o tema. É um tema de segurança nacional que vamos estudar com total prioridade para encaminhar dentro do governo federal”, afirmou Messias ao Metrópoles.

De acordo com o ministro da AGU, o estudo baseará a decisão da AGU de ingressar ou não no Supremo Tribunal Federal (STF) com uma ação questionando a constitucionalidade do PPCub.

O estudo, segundo Messias, será realizado pela Secretaria-Geral de Contencioso da AGU, órgão da pasta que auxilia o ministro em ações diretas de inconstitucionalidade e na defesa da União perante o STF.

O deputado Chico Vigilante ressaltou que a atuação da AGU é essencial para preservação da capital federal, que é Patrimônio da Humanidade e está tombada em níveis federal e distrital.

“Preocupação”

O ministro disse ver com especial “preocupação” a possibilidade aberta pelo PPCub para construção de 30 mil unidades de moradias próximo aos palácios da Alvorada e do Jaburu.

Os dois palácios servem, respectivamente, de residência oficial para o presidente e o vice-presidente da República. Por esse motivo, seus arredores são considerados área de segurança nacional.

Anúncio

Fato Novo com informações: Metrópoles

Continuar Lendo

Distrito Federal

Superintendência do HRSM se reúne com Conselho Regional de Saúde e usuários dos serviços

Publicado

no

Por

O objetivo é esclarecer fluxos de atendimento na unidade

Nesta quarta-feira (10), a Superintendência do Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) realizou seu encontro mensal com membros do Conselho Regional de Saúde de Santa Maria e da Secretaria de Saúde responsáveis pela gestão na Região de Saúde Sul, além de usuários dos serviços, para discutir o fluxo de atendimento à população. O encontro ocorreu no auditório.

Dentre as pautas debatidas relacionadas ao HRSM estavam a apresentação de ações nas portas das emergências do Centro Obstétrico e prontos-socorros adulto e infantil, além de desfalques nas equipes médicas.


“É sempre bom poder esclarecer com os órgãos de controle social o que estamos fazendo para melhorar os atendimentos e otimizar o fluxo de trabalho. Também é muito bom receber o feedback da população, dos próprios usuários do serviço ofertado aqui no Hospital Regional de Santa Maria”, explicou a superintendente do HRSM, Eliane Abreu.


A presidente do Conselho Regional de Saúde de Santa Maria, Denise Bastos, questionou a superintendente sobre a chegada de novos equipamentos para o HRSM e ela explicou sobre o processo de compras e adequações necessárias que estão sendo realizadas nos espaços que acomodarão os aparelhos.

Anúncio

Presente na reunião como usuário do Sistema Único de Saúde (SUS), Jorge Alexandre Sobrinho fez elogios ao atendimento recebido no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM). “Essa reunião é uma forma de trazer a comunidade mais próxima para conhecer o funcionamento dos serviços de saúde e ver a percepção deles, enquanto usuários”, afirmou.


“Das vezes que fui atendido aqui, foi sempre muito humanizado e bastante eficiente. Até registrei Ouvidoria positiva na época em que fui operado pela equipe de Neurologia. Também já tive um corte na cabeça e tive um atendimento bem humanizado no pronto-socorro. É notável a diferença para melhor do Hospital Regional de Santa Maria. Estão todos de parabéns”, elogiou.


Fato Novo com informações do IgesDF

 

Anúncio
Continuar Lendo

Mais vistas