Ligue-se a nós

Distrito Federal

Desmobilização das tendas da dengue começa na próxima segunda-feira (10) no DF

Publicado

no

Estruturas começaram a ser montadas em abril e já atenderam mais de 50 mil pacientes com sintomas da doença e necessidade de hidratação. Em caso de sintomas, população deve procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal anunciou que as 11 tendas de acolhimento e hidratação instaladas para atender pacientes com sintomas de dengue começarão a ser desmobilizadas a partir da próxima segunda-feira (10).

Em caso de sintomas de dengue, como febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores no corpo e nas articulações, náuseas, vômitos e manchas vermelhas na pele, a população deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência mais próxima, que são a porta de entrada para o Sistema Único de Saúde (SUS) e contam com profissionais prontos para oferecer o atendimento necessário.

A instalação das tendas teve como principal objetivo garantir maior acesso da população ao atendimento durante a epidemia de dengue, aliviando a carga sobre outras unidades da rede de saúde | Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

As tendas, que começaram a ser instaladas em abril, já ultrapassaram a marca de 50 mil atendimentos e receberam aprovação de mais de 97% dos usuários. A desmobilização começará pela estrutura montada no Guará, que só vai funcionar até domingo (9), e obedecerá a um cronograma que se encerrará no próximo dia 27 de junho com o fechamento da tenda do Areal.

A instalação das tendas teve como principal objetivo garantir maior acesso da população ao atendimento durante a epidemia de dengue, aliviando a carga sobre outras unidades da rede de saúde. As tendas funcionam todos os dias da semana, com algumas operando 24 horas por dia, para facilitar o acesso a exames e consultas. Elas estão estrategicamente posicionadas próximo a hospitais, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Unidades Básicas de Saúde (UBSs), garantindo um atendimento mais rápido e eficiente aos pacientes sintomáticos da dengue.

Cada tenda conta com uma equipe mínima composta por coordenador, três médicos (incluindo um pediatra), enfermeiro, técnicos de enfermagem e laboratório, especialista em laboratório, apoios administrativos, farmacêutico, pessoal de limpeza e segurança.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Essas estruturas, que começaram a ser instaladas em abril, já ultrapassaram a marca de 50 mil atendimentos e receberam aprovação de mais de 97% dos usuários | Foto: Sandro Araújo/Agência Saúde-DF

Cronograma de desmobilização

A desmobilização das 11 tendas seguirá o seguinte cronograma:

– Guará: 10 de junho
– Gama: 11 de junho
– Paranoá: 12 de junho
– Planaltina: 13 de junho
– Ceilândia: 15 de junho
– Taguatinga: 22 de junho
– Vicente Pires: 23 de junho
– Samambaia: 24 de junho
– HRAN: 25 de junho
– Varjão: 26 de junho
– Areal: 27 de junho

Desde a instalação das tendas, a resposta da população tem sido extremamente positiva. A estrutura similar a dos hospitais de campanha permitiu um acesso mais ágil a exames e consultas, reduzindo significativamente a pressão sobre o Sistema Único de Saúde (SUS).

Importância da hidratação

A hidratação é uma parte crucial do tratamento da dengue. Quem apresentar sintomas como febre alta, dor de cabeça intensa, dor atrás dos olhos, dores musculares e articulares, náuseas, vômitos, dor abdominal e manchas vermelhas na pele, deve procurar atendimento médico imediatamente.

A desmobilização das tendas marca um passo importante no combate à dengue no Distrito Federal. A iniciativa, que proporcionou mais de 50 mil atendimentos, demonstrou ser uma medida eficaz e aprovada pela maioria dos usuários. A colaboração da população continua sendo essencial na luta contra a dengue, mantendo os cuidados de prevenção e buscando atendimento adequado ao apresentar sintomas da doença.

Siga nossas redes sociais: Facebook Instagram.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Fato Novo com informações e imagens: Agência Brasília / SESDF

Continuar Lendo
Anúncio
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Distrito Federal

Distrito Federal aprova resolução sobre gestão de recursos hídricos

Publicado

no

Por

Publicação no DODF marca avanço no Progestão II e destaca compromisso com a sustentabilidade hídrica

A Secretaria de Meio Ambiente e Proteção Animal (Sema-DF) publicou, no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta quinta-feira (20), a Resolução nº 01, de 29 de maio de 2024, aprovada pelo Conselho de Recursos Hídricos do Distrito Federal. A resolução aprova os relatórios de autoavaliação e de autodeclaração do segundo ciclo do Programa de Consolidação do Pacto Nacional de Gestão das Águas (Progestão II), referente ao período de avaliação de 2023.

O Progestão II tem como objetivo fortalecer os sistemas estaduais de gerenciamento de recursos hídricos (Segrehs), intensificando a articulação e ampliando a cooperação institucional no âmbito do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Singreh).


O secretário de Meio Ambiente e Proteção Animal do DF, Gutemberg Gomes, destacou a importância da resolução. “A aprovação desses relatórios é fundamental para assegurar a continuidade e o fortalecimento do nosso compromisso com a gestão sustentável dos recursos hídricos. Este é um passo crucial para garantir que as práticas de gerenciamento das águas no Distrito Federal sejam eficientes e bem estruturadas”, afirma Gomes.


Anúncio
Alle Rede Ads 728x90
Continuar Lendo

Brasil

No Distrito Federal, 263 armas de fogo são apreendidas por órgãos federais em 16 meses

Publicado

no

Por

Considerando somente 2023, foram 202 apreensões, aumento de 88,7% em relação a 2022. Em todo o país, 13.340 armas foram apreendidas por PF, PRF e Senasp entre janeiro de 2023 e abril de 2024

No Distrito Federal, 263 armas de fogo ilegais foram apreendidas por órgãos federais de segurança desde o início do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O número é referente ao período entre janeiro do ano passado e abril de 2024, quando os itens foram retirados de circulação pela Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP). Considerando somente 2023, foram 202 apreensões no DF, um aumento de 88,7% em relação a 2022, quando 107 armas foram retiradas de circulação pelas forças federais.

Os dados estão disponíveis no ComunicaBR, plataforma de transparência ativa do Governo Federal

Em todo o país, 13.340 armas de fogo foram apreendidas por PF, PRF e SENASP entre janeiro de 2023 e abril de 2024. Somente no ano passado, foram 10.935 apreensões, um incremento de 28% em relação a 2022 (8.466). E, nos quatro primeiros meses deste ano, mais 2.405.

O diretor de Operações Integradas e de Inteligência da Senasp (DIOP/SENASP), Rodney Silva, explica que os números registrados em 2023 e 2024 decorrem do aumento da fiscalização e das ações operacionais da PF, da PRF e das polícias militares e civis dos estados.


“O foco tem sido a prevenção das ocorrências de crimes mais graves, como mortes violentas intencionais, crimes passionais e o crime organizado, que se aproveita desse comércio ilegal de armas e, consequentemente, fortalece o tráfico de drogas, o tráfico de armas propriamente dito, tomadas de cidade e outros crimes violentos”, afirma Silva.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Ações como o Programa Nacional de Enfrentamento às Organizações Criminosas (ENFOC), que conta com aporte federal de R$ 900 milhões até 2026, e expansão dos Grupos de Investigações Sensíveis (GISE) e das Forças Integradas de Combate ao Crime Organizado (FICCO), ligados à Polícia Federal, impactaram diretamente os números de apreensões de armas de fogo no Brasil.

Os GISE foram expandidos em 2023 e passaram a operar em 21 estados. As FICCO estão em todo o país. O Ministério da Justiça e Segurança Pública destinou R$ 85 milhões para o funcionamento das unidades, especialmente para pagamento de diárias, aquisição de viaturas, materiais de apoio e equipamentos tecnológicos e de inteligência.

“O desafio da segurança pública no combate ao uso ilegal de arma de fogo perpassa pelo fortalecimento da atividade de inteligência de segurança pública, a integração das forças de segurança e também a participação da sociedade na construção coletiva de soluções alternativas em busca do entendimento sobre a resolução de conflitos”, finaliza Silva.

Siga nossas redes sociais: Facebook Instagram.


Fato Novo com informações e imagens: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90
Continuar Lendo

Distrito Federal

Confira as vagas de emprego disponíveis no DF nesta sexta-feira (21)

Publicado

no

Por

DF tem 397 vagas de emprego nesta quarta (17)

O cadastro para as oportunidades em diversas regiões pode ser feito por aplicativo ou pessoalmente em uma das 14 unidades das agências do trabalhador

Nesta sexta-feira (21), 503 vagas estão disponíveis nas agências do trabalhador para quem busca emprego na capital federal. Os salários variam entre R$ 1.412 e R$ 3 mil, com vagas que exigem experiência comprovada e outras que não.

Entre as oportunidades, 30 são para orientador educacional (R$ 1.412) e outras 30 para operador de telemarketing ativo na Asa Sul (R$ 1.412). Também estão disponíveis 23 vagas para auxiliar de cozinha, uma delas sendo na Asa Norte (R$ 1.425,60), outra no Lago Norte (R$ 1.524) e outra em Águas Claras (R$ 1.524).


Mesmo que nenhuma das oportunidades do dia seja atraente ao candidato, o cadastro vale para oportunidades futuras, já que o sistema cruza dados dos concorrentes com o perfil que as empresas procuram


Nos salários acima dos R$ 2 mil, oito chances como limpador de fachada alpinista industrial (R$ 3.200) aguardam candidatos na Asa Norte. Há também uma vaga para chef de cozinha (R$ 2.700) na Asa Sul e uma para cozinheiro geral (R$ 2.500).

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Mesmo que nenhuma das oportunidades do dia seja atraente ao candidato, o cadastro vale para oportunidades futuras, já que o sistema cruza dados dos concorrentes com o perfil que as empresas procuram.

Empregadores que desejam ofertar vagas ou utilizar o espaço das agências do trabalhador para entrevistas podem se cadastrar pessoalmente nas unidades ou pelo aplicativo Sine Fácil. Também é possível solicitar atendimento pelo e-mail gcv@setrab.df.gov.br. Pode ser utilizado, ainda, o Canal do Empregador, no site da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedet).

Siga nossas redes sociais: Facebook Instagram.


Fato Novo com informações e imagens: Agência Brasília

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90
Continuar Lendo

Mais vistas