Ligue-se a nós

Distrito Federal

Maio Amarelo: Detran-DF alerta para riscos de acidentes nas vias

Publicado

no

Iniciado há 11 anos, o Maio Amarelo é um movimento para conscientizar os motoristas sobre os riscos de se envolverem em sinistros. O mês também é dedicado a estimular o debate com a sociedade sobre segurança no trânsito

O Maio Amarelo acende o alerta para as vítimas fatais e alto índice de acidentes de trânsito. De acordo com o Detran- DF, no Distrito Federal,  de janeiro a abril de 2024, houve 57 ocorrências, que resultaram na morte de 57 pessoas. No mesmo período do ano passado, foram 63 acidentes e 69 vítimas mortas.

Ao comentar a redução nos números de casos de morte no trânsito, o diretor de Policiamento e Fiscalização do Detran-DF, Clever de Farias Silva, disse que a autarquia só vai comemorar quando não houver uma vítima. “A ideia é que seja zero vítima. Estamos fazendo reforço nas operações, mapeamos pontos de maior consumo de bebida e direção, aliada às ações educativas, feitas em escolas, bares, terminais de ônibus e faixas de pedestres”, conta. “Toda vez que aumenta a fiscalização, reduz o número de alcoolemia, quanto mais operações, mais as pessoas tomam consciência, porque veem o risco e sabem que o estado está presente”, conclui.

Giovanna Caires, 22 anos, sentiu na pele a dor de ver a prima Daniella entrar para essa estatística. Em 13 de novembro de 2016, a jovem de 19 anos se envolveu em um acidente de carro. Cheia de sonhos, Daniella iria prestar o vestibular de direito na Universidade de Brasília (UnB). Em um domingo chuvoso e sem conseguir pegar um ônibus para chegar ao local de prova, ela retornou para casa. “Com medo de perder a prova, ela comentou sobre o problema com o  namorado, então ele falou que viria buscá-la. Ele chegou junto com dois colegas. Porém, o padrasto dela insistiu em levá-los, para ser mais rápido, já que ele tinha mais experiência em carteira. Eles entraram no carro e seguiram, havia muitos carros na pista e a chuva era bem forte”, conta Giovanna.

A prima disse que, ao atravessar a ponte JK, o padrasto foi mudar de faixa, quando um carro o fechou  rapidamente. Para não bater no carro, ele puxou o freio de mão, porém tinha óleo na pista, o que fez com que o carro deslizasse e girasse, colidindo o lado do passageiro (onde Daniella estava) contra um poste. “Ela bateu a cabeça com muita força”, recorda.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Doutor em segurança de trânsito, David Duarte Lima avalia o que pode ser feito para reduzir os números de óbitos no trânsito. Para ele, é preciso atuar principalmente em três frentes principais: com as vias, os veículos e os indivíduos que participam do trânsito, sejam eles condutores ou não. “Nas ruas, nós vemos muita falta de sinalização adequada, locais perigosos para a travessia de pedestres, falta de iluminação durante a noite. Nesses locais com incidência recorrente pode-se investigar problemas no local, que vai além do motorista. Sobre os veículos, hoje nós temos uma série de veículos que não têm a mínima condição e, mesmo assim, continuam nas ruas, eventualmente com falta de freio, pneu careca e uma série de problemas”, pontua. O especialista acredita que uma boa comunicação com todos que utilizam o trânsito é necessária para sensibilizar e educar todos.

Em 3 de dezembro de 2017, voltando de carona em um carro que vinha de Goiânia, a advogada Márcia de Amorim Torres sofreu um acidente,  na avenida das jaqueiras, no Sudoeste. Por volta das 16 horas, quando uma motorista não parou na rotatória. “Eu acredito muito em Deus e penso que Ele fez com que eu olhasse para o lado e berrasse para o motorista que dirigia o carro em que estávamos. Ele conseguiu desviar um pouco o carro,  mas a batida destruiu o veículo. Nós não nos machucamos gravemente, mas foi uma situação que me deixou muito traumatizada, fiquei por um bom tempo com medo de dirigir, o meu marido e o meu psicólogo precisaram fazer todo um trabalho comigo, porque eu fiquei em pânico”, relata.

Educativo

A gerente de Ações Educativas de Trânsito, Magda Brandão, explica que o tema do Maio Amarelo deste ano é “paz no trânsito começa por você”. “É um movimento iniciado há 11 anos para estimular as ações coordenadas entre o poder público e a sociedade para discutir o tema segurança viária com o objetivo de reduzir os sinistros no trânsito e preservar a vidas”, explica.

Magda ressalta que durante todo o mês, o Detran- DF estará realizando ações educativas. “Intensificamos as ações em escolas e eventos promovidos pelo GDF, por meio de teatro e contação de história. Aumentamos a participação em empresas e instituições, e estamos trabalhando em conjunto com as forças — Polícia Militar (PMDF), o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e Corpo de Bombeiros (CBMDF). Também atuamos em parques ciclovias de grande movimentação e nas estações de metrô”, detalha.


Siga nossas redes sociais: Facebook Instagram.

Fato Novo com informações: Correio Braziliense

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Continuar Lendo
Anúncio
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Distrito Federal

Uso racional da água rende desconto de 20% na conta

Publicado

no

Por

Mais de 531 mil clientes da Caesb que apresentaram redução no consumo entre 2022 e 2023 serão beneficiados com créditos que totalizam R$ 11,1 milhões

Economizar água é bom para o meio ambiente e para o bolso do consumidor. A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) vai premiar 531.781 clientes que entre 2022 e 2023 conseguiram reduzir em 20% o consumo de água. Juntos, eles vão receber mais de R$ 11 milhões. Desse total, a empresa pública vai pagar R$ 2,8 milhões para um grupo de 131.171 consumidores e R$ 8,2 milhões para outro conjunto de 400.610 cidadãos. O pagamento começa em junho de 2024 e termina em abril de 2025.

Desconto de 20% na conta de clientes poupadores começa a ser dado em junho de 2024 e termina em abril de 2025 | Foto: Divulgação/ Caesb

O benefício é concedido a clientes poupadores de água desde setembro de 2009, quando entrou em vigor a Lei Distrital nº 4.341/2009. O bônus atende também a Resolução nº 06/2010 da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa). Cumprindo a legislação, todos os meses a conta da Caesb chega aos clientes com o aviso informando que quem gasta menos, ganha mais.

O presidente da Caesb, Luís Antônio Reis, explica que o crédito é um incentivo dado aos moradores do Distrito Federal que tenham feito o uso racional da água. “O morador que não usa água potável para lavar carro ou regar jardim sabe dar valor à água que chega à torneira de sua casa”, ressalta. “O exemplo desse cidadão precisa servir para outros moradores. Por isso, quem poupa merece ser recompensado com o desconto na conta”.

 

O bônus será concedido ao usuário titular da conta de água seguindo o cronograma abaixo.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Siga nossas redes sociais: Facebook Instagram.


Fato Novo com informações e imagens: Agência Brasília / CAESB

Continuar Lendo

Concurso Público

TSE publica edital de concurso unificado com salário de R$ 13,9 mil

Publicado

no

Por

Concurso TSE Unificado 2024: Edital CONFIRMADO para próximos dias!

São 389 vagas imediatas para técnicos e analistas em diversas especialidades no concurso do TSE Unificado

Foi, finalmente, publicado o edital do concurso TSE Unificado. O certame oferta 389 vagas imediatas, além de oportunidades em cadastro reserva, para técnicos e analistas em diversas especialidades. Os salários são de até R$ R$ 13.994,78.

A banca escolhida é o Cebraspe e o nível de escolaridade pedido é o superior. As inscrições vão de 4/6 até 18/7, com taxas de R$ 85 e R$ 130. As provas estão marcadas para o dia 22 de setembro.


Fato Novo com informações: Metrópoles

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90
Continuar Lendo

CLDF

Projeto obriga divulgação de lista de medicamentos distribuídos gratuitamente

Publicado

no

Por

A Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF) da Câmara Legislativa aprovou na tarde desta terça-feira (28) o projeto de lei nº 89/2019, que torna obrigatória a divulgação de listagem com os medicamentos que são distribuídos gratuitamente à população do Distrito Federal, pelo Sistema Único de Saúde, nos estabelecimentos comerciais que revendam estes medicamentos.

O texto segue tramitando pelas comissões permanentes, antes de ser apreciado no plenário da CLDF.

De acordo com a proposta, a divulgação deverá ser realizada por meio de fixação de listagem dos medicamentos em local de fácil acesso e ampla visibilidade ao público, e, quando possível, também deverá ser disponibilizada por meio eletrônico nos sites dos estabelecimentos comerciais.

Nos casos de descumprimento da regra, o projeto prevê a aplicação, pelos órgãos de defesa do consumidor, de forma escalonada, a penalidade de: I – advertência; II – multa de até cinco salários mínimos, na primeira reincidência; III – multa entre dez e 20 salários mínimos, em caso de reincidência após a segunda infração.

A obrigação não atinge hospitais, unidades de pronto-atendimento, centros médicos e estabelecimentos congêneres públicos ou particulares.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Fato Novo com informações: Agência CLDF

Continuar Lendo

Mais vistas