Ligue-se a nós

Distrito Federal

Mais de 1.500 alunos com altas habilidades são atendidos em espaços especiais

Publicado

no

Presentes em escolas públicas de diversas regiões administrativas, as salas de recursos contam com educação diferenciada

Alunos da rede pública e particular de ensino do Distrito Federal que são diagnosticados com altas habilidades ou superdotação recebem uma atenção especial do Governo do Distrito Federal (GDF). A Secretaria de Educação (SEEDF) atende atualmente 1.568 pessoas dentro do programa de Altas Habilidades e Superdotação (AH/SD), iniciativa que tem rendido frutos para o desenvolvimento educacional e pessoal dos estudantes.

As salas de recursos são espaços pedagógicos conduzidos por professores especializados | Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

Entre eles está Fabiana Firmino, de 14 anos, aluna do primeiro ano do Centro de Ensino Médio 417 de Santa Maria. Diagnosticada há pouco mais de um ano com altas habilidades, ela encontrou no clube de leitura, desenvolvido na sala de recursos do Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente (Caic) da cidade, um espaço de acolhimento. “É um lugar onde sei que sou bem-vinda, sinto-me confortável para pensar e falar sobre os livros e explorar minha escrita criativa”, destaca. A jovem afirma ainda que após o diagnóstico e o atendimento na sala melhorou o desempenho escolar.

As salas de recursos são espaços pedagógicos conduzidos por professores especializados. A rede pública possui 46 salas específicas de AH/SD, organizadas em 29 escolas polos distribuídas nas coordenações regionais de ensino do DF. O espaço destina-se àqueles alunos que as escolas ou os pais identificam como tendo habilidades fora do comum e são encaminhados para avaliação pelas equipes pedagógicas.

A rede pública possui 46 salas específicas de AH/SD, organizadas em 29 escolas polos distribuídas nas coordenações regionais de ensino do DF

Segundo o professor Rodrigo Santana, da SEEDF, que trabalha na sala de recursos de linguagem no Caic de Santa Maria, o projeto procura estimular nas crianças as aptidões em que demonstram ter mais facilidade. “Temos um contato mais atento, porque são turmas menores, com uma média de quatro a sete estudantes. Com isso, conseguimos percebê-los não só na parte cognitiva, mas também na emocional, já que muitas vezes se sentem isolados no ambiente escolar, mas nas salas encontram seus pares”, afirma.

Atividades e ingresso

As atividades ocorrem no contraturno escolar, uma vez por semana, e atendem alunos de 4 a 17 anos das unidades públicas e da rede privada, na proporção de 70% das vagas para a rede pública e 30% para as escolas particulares. Os alunos desenvolvem atividades nas áreas de linguagem, acadêmicas, artes visuais e cênicas. As salas de recursos procuram atender às necessidades educacionais dos alunos com metodologias específicas para cada um.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Fabiana Firmino, de 14 anos, aluna do primeiro ano do Centro de Ensino Médio 417 de Santa Maria, foi diagnosticada há pouco mais de um ano com altas habilidades

Amanda Gabrielle Carvalho, de 16 anos, portadora de osteogênese imperfeita, uma doença hereditária caracterizada por ossos frágeis, também possui altas habilidades e acredita que os projetos das salas de recursos são importantes para o crescimento pessoal e cognitivo.

“Mesmo com todas as minhas dificuldades, é muito gratificante participar e compartilhar o aprendizado com outras pessoas que têm o mesmo interesse que eu, aprendo, interajo e me desenvolvo. Não existe lugar melhor”, conta a estudante.

De acordo com a Subsecretaria de Educação Inclusiva e Integral (Subin), os estudantes passam por um processo de avaliação que pode durar até 16 encontros com uma equipe multidisciplinar, composta por pedagogos e psicólogos. “A avaliação cumpre seu papel, não basta um relatório médico. É um atendimento pedagógico que determinará se o estudante ingressará ou não nas salas de recursos”, ressalta a titular da Subin, Vera Barros.

Para os estudantes da rede pública de ensino, a ficha de indicação deve ser preenchida por profissionais da escola de origem do estudante e entregue ao professor itinerante de AH/SD.

Se o estudante estiver matriculado em unidade escolar da rede privada de ensino, as etapas de inscrição a serem seguidas são:

– Preencher a ficha de inscrição no Atendimento Escolar Especializado (AEE) para Estudante com Altas Habilidades/Superdotação;
– Encaminhar a ficha para a unidade da Coordenação Regional de Ensino (CRE) localizada na mesma região administrativa onde o estudante reside;
– Aguardar o contato do professor itinerante para que o processo de avaliação seja iniciado.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Siga nossas redes sociais: Facebook Instagram.


Fato Novo com informações e imagens: Agência Brasília

Continuar Lendo
Anúncio
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Distrito Federal

Segunda parcela do IPTU 2024 vence na próxima semana

Publicado

no

Por

‌Calendário de pagamentos vai de segunda (17) a sexta-feira (21), de acordo com o número final do imóvel

Tributo fundamental para custear serviços públicos de segurança, saúde e educação, o Imposto sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) de 2024 chega à segunda parcela de pagamento. A data de vencimento é de acordo com o número final (dígito verificador) da inscrição do imóvel no Cadastro Imobiliário do Distrito Federal (CIDF) e começa a vencer entre segunda-feira (17) e sexta-feira (21).

As datas podem ser conferidas abaixo:

“É importante que o contribuinte pague em dia o IPTU, pois a arrecadação do tributo é utilizada para financiar serviços de segurança, saúde e educação para a população do Distrito Federal”, afirma o coordenador de tributos diretos da Secretaria de Economia do DF (Seec), Heber Niemeyer Botelho. “Os recursos arrecadados são aplicados em obras de infraestrutura e para a construção de escolas, unidades de saúde e atuação das forças de segurança.”

Continuar Lendo

Distrito Federal

Taguatinga homenageia empresários em alusão aos 66 anos da cidade

Publicado

no

Por

Serão laureados representantes de diversos segmentos que contribuem para a economia local

Nesta quinta-feira (13), no Centro Cultural Taguaparque, ocorrerá a entrega de moções honrosas para empresários de Taguatinga em homenagem aos 66 anos da cidade. O evento, que começará às 9h, celebrará aqueles que contribuem significativamente para a geração de emprego e renda na comunidade.

Empresários de diversos segmentos do comércio serão homenageados por suas valiosas contribuições para o desenvolvimento econômico local. A cerimônia, organizada pela Administração Regional de Taguatinga, destaca a importância dos empreendedores que impulsionam a economia da cidade, promovendo crescimento e oportunidades para todos.

Esses empresários fazem de Taguatinga a capital econômica do Distrito Federal, fortalecendo a posição da cidade como um centro vital de negócios e inovação.

Siga nossas redes sociais: Facebook Instagram.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Fato Novo com informações e imagens: Agência Brasília

Continuar Lendo

Distrito Federal

Innova Summit chega à quarta edição promovendo inovação e novos negócios no DF

Publicado

no

Por

A convenção espera receber 30 mil pessoas no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Programação vai até sexta-feira (14) com entrada gratuita

Um dos maiores eventos da América Latina voltado à inovação e negócios, o Innova Summit chegou à quarta edição no Distrito Federal. Este ano a feira ocorre até 14 de junho, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, com entrada franca. A abertura oficial da convenção ocorreu na noite desta quarta-feira (12) com a presença de autoridades do Governo do Distrito Federal (GDF), que investiu R$ 6 milhões na realização do evento.

“Nós sabemos que há uma mudança tecnológica no mundo e não podemos ficar atrás, nem reféns da tecnologia de outros países. Nós precisamos produzir conhecimento e ter tecnologias aqui para melhorar a vida do cidadão. Eventos assim demonstram a criatividade do brasileiro e a condição de produzir muita coisa boa. Mas é preciso incentivo, por isso o GDF sempre irá ajudar esse tipo de evento”, destacou a vice-governadora do DF, Celina Leão.

A nova edição conta com a participação de 150 startups, que montaram estandes gratuitamente no evento, além de empreendedores e influenciadores de renome. O presidente do Instituto Conecta Brasil e organizador do Innova Summit, Eduardo de Lima Moreira, ressaltou que essa é a única edição do país totalmente gratuita. “Estamos aqui, mais um ano crescendo com o evento. Nenhum outro estado conseguiu entregar um evento totalmente gratuito tanto para o público quanto para quem está expondo como acontece aqui no DF. É resultado do investimento do GDF”, ressaltou.

A expectativa é receber cerca de 30 mil pessoas ao longo de três dias e movimentar mais de R$ 150 milhões em negócios. Este ano o evento tem como foco a sustentabilidade, o empreendedorismo e a inovação com experiências imersivas e disruptivas propondo soluções inovadoras do mercado.

“Estamos aqui versando sobre o futuro da nossa cidade, criando novos negócios e estimulando novos empreendedores que, sem dúvidas, gerarão recursos e renda nas próximas décadas”, afirma Leonardo Reisman, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação

“Estamos aqui versando sobre o futuro da nossa cidade, criando novos negócios e estimulando novos empreendedores que, sem dúvidas, gerarão recursos e renda nas próximas décadas. Então o Innova Summit é isso: inspiração para esses novos empreendedores de forma gratuita”, analisou o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Leonardo Reisman.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Para o presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF), Marco Antônio Costa Júnior, o evento consegue ser um ambiente de discussão e compartilhamento de informações capazes de transformar o cenário de Brasília. “Precisamos ajudar realmente essa cultura empreendedora, dos empreendedores e das startups aceleradas, porque sabemos que são um motor da nova economia”, opinou.

Programação diversificada

Pela primeira vez no Innova Summit, a jovem Kailany Calisto, 22 anos, compareceu em busca de conhecimento e mais oportunidades em sua carreira. Ela é estudante de psicologia e atua em uma empresa de RH. “Como sou estudante, estou sempre buscando conhecimento para agregar no meu crescimento profissional. Todo conhecimento é bem-vindo, principalmente se for de forma gratuita”, analisou. Para ela, conhecer novos projetos foi o ponto alto da feira. “Gostei muito de um aplicativo, o Scalador, que tem uma pegada de RH para pessoas que fazem trabalhos freelancer. Achei muito interessante a ideia. É um projeto novo, que tem tudo para crescer”, completou.

Continuar Lendo

Mais vistas