Ligue-se a nós

Concurso Público

Veja formas de usar IA no estudo para concursos públicos

Publicado

no

Especialista e candidatos falam sobre como usar Inteligência Artificial (IA) na preparação para concursos públicos. Confira!

A Inteligência Artificial (IA) vem sendo utilizada como uma ferramenta para impulsionar o estudo para concursos públicos, de forma mais personalizada e eficiente.

Em enquete realizada no Instagram da Folha Dirigida por Qconcursos, 23% afirmaram que já usam Inteligência Artificial na preparação para concursos. Outros 77% ainda não testaram as funcionalidades.

As ferramentas de Inteligência Artificial, como o ChatGPT, podem ser usadas, por exemplo, para a resolução de dúvidas e teste de conhecimento através da proposição e correção de questões.

“Uso para fazer questões da lei seca. Vou pegando trechos da lei e peço para que faça as perguntas”, disse um candidato nas redes sociais da Folha Dirigida por Qconcursos.

“Me ajuda a tirar dúvidas mais rápidas, vai direto ao ponto. Não preciso ficar caçando na internet”, afirmou outro concurseiro.

“Para quem não tem um tutor é uma mão na roda. Eu peço dicas de como não esquecer facilmente, por exemplo”, exemplificou mais um usuário.

Para o presidente do Centro de Profissionalização e Educação Técnica (CPET), Ricardo Marcatt, apesar do efeito positivo da IA na preparação para concursos, é preciso ter cautela no uso da ferramenta.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

De acordo com ele, a IA generativa, como o ChatGPT, ainda é uma tecnologia em desenvolvimento, que pode apresentar problemas ainda sem solução e de informações incorretas.

“O ChatGPT, por exemplo, pode ajudar na aprendizagem em concursos públicos por ser uma fonte de informações rápida e personalizada, entretanto, também pode conter dados incorretos ou desalinhados com o edital do concurso. Por isso, assim como qualquer tecnologia que possui vantagens e desvantagens, cabe aos usuários utilizarem de forma responsável e consciente”, explicou.

A seguir, veja formas comprovadas de como usar a Inteligência Artificial no estudo para concursos públicos.

Acesso à Informação

A inteligência Artificial facilita o acesso a uma ampla quantidade de dados, de forma a proporcionar aos candidatos a oportunidade de aprimorar suas habilidades de pesquisa e análise crítica.

Segundo o presidente do CPET, os concurseiros podem explorar uma variedade de fontes de informação de maneira eficiente e eficaz.

“Algoritmos inteligentes ajudam a organizar os dados, tornando a busca por informações ágeis e precisas. Isso não só otimiza o tempo dedicado à pesquisa, mas também desenvolve a capacidade da análise crítica”.

Nas redes sociais da Folha Dirigida por Qconcursos, um usuário relatou o uso da IA para ter mais detalhes de disciplinas com menos domínio:

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

“Uso para aprofundar em assuntos que eu mais ou menos já sabia”

Identificação de dificuldades de aprendizagem

As ferramentas de Inteligência Artificial também têm a capacidade de identificar padrões que indicam possíveis desafios específicos, permitindo intervenções direcionadas e adaptadas às necessidades individuais dos alunos.

Os algoritmos da IA possibilitam analisar o tempo gasto em tarefas, respostas a questionários, interações em atividades online e outros dados relacionados ao aprendizado.

“Ao detectar padrões inconsistentes ou áreas de desempenho abaixo do esperado, a inteligência artificial pode alertar os candidatos sobre as suas dificuldades e possibilitar a intervenção precoce”, detalhou o presidente do CPET, Ricardo Marcatto.

Feedback instantâneo

Outra vantagem do uso da IA nos estudos para concursos é o feedback instantâneo.

Essa funcionalidade permite que os candidatos recebam avaliações imediatas sobre seu desempenho, possibilitando uma compreensão rápida e precisa de suas lacunas e áreas de melhoria.

“Com o feedback instantâneo, os concurseiros têm a oportunidade de corrigir erros e aprimorar seu entendimento imediatamente. Isso não apenas acelera o processo de aprendizado, mas também fortalece a autonomia e a responsabilidade do aluno em relação ao próprio progresso de estudos”, comentou Marcatto.

Os concurseiros já estão usando o ChatGPT, por exemplo, para correção de textos para as provas discursivas. Veja relatos coletados nas redes sociais da Folha Dirigida por Qconcursos:

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

“Uso na correção das discursivas, excelente ferramenta”.

“Uso para correção das minhas redações, está me ajudando muito”.

Aprimoramento da avaliação

A presença da IA nos estudos para concursos também impulsiona o aprimoramento dos métodos de avaliação.

As ferramentas, por exemplo, propõem avaliações abrangentes e justas, levando em consideração as diferentes habilidades.

“A IA pode incluir simulações interativas, projetos práticos, análise de desempenho em atividades colaborativas e outras abordagens que capturam melhor a variedade de habilidades e conhecimentos dos alunos. Dentre essas ações, teremos pessoas mais preparadas para o mercado de trabalho”, explicou Marcatto.

Economia de tempo

Segundo o presidente do CPET, a inteligência artificial ainda pode economizar no tempo de estudos de cada candidato, na automatização da correção das tarefas do conteúdo.

“Ao automatizar tarefas como a correção de exercícios e a geração de relatórios de desempenho, a IA pode ajudar os estudantes a economizar tempo e se concentrar mais no estudo efetivo”, argumentou.

Aprovado em cinco concursos usou ChatGPT para estudar

Aprovado aos 23 anos em cinco concursos de cartório, o tabelião Victor Volpe Fogolin confirmou o uso do ChatGPT para complementar os estudos para as provas.

A ferramenta ajudou desde a simulação de questões para as etapas objetiva e oral até a tradução de termos jurídicos.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Em entrevista ao portal G1, Victor explicou que sua principal estratégia com o ChatGPT não era fazer perguntas diretas ao robô e sim ensiná-lo a partir de resumos que ele mesmo elaborou.

Assim como outras ferramentas de Inteligência Artificial (IA), o chatGPT tem uma linguagem que se aprimora com o treino a partir de uma sucessão de tarefas.


Siga nossas redes sociais: Facebook Instagram.


Fato Novo com informações: Folha Dirigida Q Concursos

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90
Continuar Lendo
Anúncio
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Concurso Público

Mudança na LDO 2024 permite nomeação de 3 mil servidores da Educação

Publicado

no

Por

Alteração aprovada pela CLDF abre espaço no Orçamento para a contratação de professores, orientadores educacionais, gestores em políticas públicas e gestão educacional

A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) aprovou, na última terça-feira (21,) uma importante alteração na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2024 em benefício da educação pública. A modificação, prevista no Projeto de Lei nº 1.095/2024, ajusta as despesas com pessoal na peça orçamentária, permitindo a nomeação de novos servidores públicos para a Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEE).

A alteração abre a possibilidade para a nomeação de 3.104 novos professores da educação básica com carga horária de 40 horas semanais. Além disso, serão nomeados novos pedagogos com a função de orientadores educacionais (40h) e gestores em políticas públicas e gestão educacional também com carga horária de 40 horas semanais.

Em dezembro do ano passado, a SEE promoveu a nomeação de todas as 812 vagas imediatas previstas no Edital Normativo nº 31, de 30 de junho de 2022, último concurso da secretaria. A nomeação de todas as vagas imediatas garantiu o preenchimento integral das vagas previstas no edital já na primeira chamada.

A subsecretária de Gestão de Pessoas, Ana Paula Aguiar, fala sobre os desafios da pasta com as nomeações dos novos educadores: “A Secretaria de Educação reafirma seu compromisso com a qualidade de ensino das escolas públicas, avançando na recomposição do seu quadro de professores efetivos oportunizando a nomeação de todas as vagas previstas no edital vigente, incluindo o cadastro reserva dentro do prazo de um ano da homologação do concurso”.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Com a tramitação concluída na Câmara Legislativa, a proposta segue agora para a sanção do governador do DF, Ibaneis Rocha. A expectativa é que, com a aprovação final, as nomeações possam ser realizadas em breve para reforçar o quadro de profissionais da educação e, assim, beneficiar milhares de estudantes em todo o Distrito Federal.

Siga nossas redes sociais: Facebook Instagram.


Fato Novo com informações e imagens: Agência Brasília

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90
Continuar Lendo

Concurso Público

Sai edital do concurso Codevasf com 61 vagas de analista

Publicado

no

Por

Saiu o edital do concurso Condevasf para o provimento de 61 vagas de analista. As inscrições começam ainda neste mês. Veja os detalhes!

Foi publicado o edital do concurso Codevasf. Ao todo, a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba oferece 61 vagas para a carreira de analista, com iniciais de R$9 mil.

CONFIRA O EDITAL AQUI!

As 61 oportunidades se dividem entre as seguintes especialidades de analista:
  • Administração: 17 vagas
  • Contabilidade: três vagas
  • Economia: uma vaga
  • Engenharia Civil: 18 vagas
  • Engenharia de Agrimensura: uma vaga
  • Engenharia de Pesca e Aquicultura: duas vagas
  • Estatística: uma vaga
  • Geologia: uma vaga
  • Jornalismo: oito vagas
  • Publicidade e Propaganda: uma vaga
  • Tecnologia da Informação (TI): oito vagas.

Para ingressar nas carreiras citadas acima, o candidato deverá possuir o nível superior na área. Cabe destacar que algumas carreiras especialidades ainda podem exigir o registro no órgão de classe.

O salário inicial do aprovado será de R$9.065,95.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Os aprovados serão lotados no escritório de apoio técnico de Belém PA, na sede da Codevasf em Brasília DF, ou nas superintendências regionais, nas cidades de:

  • Montes Claros MG;
  • Bom Jesus da Lapa BA;
  • Petrolina PE;
  • Juazeiro BA;
  • Maceió AL;
  • Teresina PI;
  • São Luís MA;
  • Goiânia GO;
  • Palmas TO;
  • Macapá AP; e
  • Acaraju SE.
Como fazer a inscrição no concurso Codevasf?

Os interessados nas vagas do concurso Codevasf poderão se inscrever no portal do Cebraspe, organizador da seleção, entre os dias 20 de maio e 10 de junho.

Para confirmar a inscrição, o candidato deverá efetuar o pagamento de uma taxa no valor de R$90.

Haverá a isenção do valor da taxa para os candidatos que se enquadrarem em uma das seguintes condições:

  • inscrito no CadÚnico; e
  • doador de medula óssea.

O período de solicitação de isenção do valor da taxa ficará aberto pelo mesmo prazo de inscrição, ou seja, de 20 de maio a 10 de junho.

Resumo do concurso Codevasf
  • Instituição: Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba
  • Status: edital publicado
  • Cargos: analista
  • Requisito: nível superior
  • Salários: R$9.065,95
  • Vagas: 61
  • Banca: Cebraspe
  • Inscrição: 20 de maio e 10 de junho
  • Prova: 4 de agosto
Concurso Codevasf terá provas em agosto

Conforme indicado no edital, os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas e discursivas.

As etapas serão aplicadas no dia 4 de agosto, nas cidades de Aracaju SE, Belém PA, Bom Jesus da Lapa BA, Brasília DF, Goiânia GO, Macapá AP, Maceió AL, Montes Claros MG, Palmas TO, Petrolina PE, São Luís MA e Teresina PI.

As provas objetivas serão no modelo “certo” ou “errado”, contendo 120 perguntas, sendo 50 de Conhecimentos Gerais e 70 Específicos.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

As marcações dos candidatos em concordância com o gabarito oficial da banca valerão um ponto. Caso a marcação esteja em desacordo com o gabarito oficial, o candidato perderá um ponto.

O concurso Condevasf exigirá conhecimentos nas seguintes áreas:

  • Língua Portuguesa
  • Ética na Administração Pública e Legislação
  • Noções de Orçamento Público
  • Informática
  • Noções de Direito Administrativo
  • Conhecimentos Específicos

Será considerado reprovado e eliminado do concurso o candidato que:

  • a) obtiver nota inferior a dez pontos na prova objetiva de Conhecimentos Básicos P1 ;
  • b) obtiver nota inferior a 21 pontos na prova Específica P2 ;
  • c) obtiver nota inferior a 36 pontos no conjunto das provas objetivas.

A prova discursiva, por sua vez, consistirá na produção de uma questão, a ser respondida em até 30 linhas, a respeito de temas relacionados a conhecimentos específicos de cada cargo/área.

A etapa valerá 30 pontos. Para ser considerado aprovado, o candidato deverá obter nota igual ou superior a 15 pontos.


Fato Novo com informações e imagens: Folha Q Concursos

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90
Continuar Lendo

Concurso Público

Concurso TSE Unificado teve vagas fechadas esta semana

Publicado

no

Por

Em documento acessado com exclusividade, as vagas do concurso TSE Unificado foram fechadas somente nesta semana e repassadas ao Cebraspe. Veja!

Após a aprovação da resolução que reestruturou os cargos da Justiça Eleitoral, a expectativa era de que o edital do concurso TSE Unificado fosse divulgado até 15 de maio, o que não aconteceu.

Apesar das chuvas no Rio Grande do Sul também terem contribuído para o atraso na divulgação da seleção, o quantitativo final das oportunidades que estarão no edital foi definido somente nesta semana.

A informação consta em relatório acessado com exclusividade pela Folha Dirigida por Qconcursos.

De acordo com o documento, o número final das vagas foi definido exatamente na data prevista para o lançamento do concurso, ou seja, no dia 15 de maio, e, posteriormente, encaminhado ao Cebraspe, para a conclusão dos trâmites rumo à divulgação do edital.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Na última tabela acessada (atualizada no dia 10 de maio), com o quantitativo das vagas entre o TSE e os TREs que participarão do concurso, informa-se que o edital contará com 404 oportunidades.

Entre os órgãos que estarão presentes no concurso TSE Unificado, o TRE SP terá o maior número de oportunidades (116 vagas), seguido do TRE MG (73 vagas) e TRE AM (36 vagas). Veja os detalhes na tabela abaixo:

Quadro de vagas do concurso TSE Unificado – (Foto: Divulgação)

Com a definição das vagas e o encaminhamento do quantitativo ao Cebraspe, a expectativa agora é pela publicação do novo edital, que poderá sair a qualquer momento.


É importante reforçar que, com o fechamento das oportunidades na quarta-feira, 15, o número final de vagas pode sofrer alterações e aparecer com um quantitativo maior do que as mais de 400 indicadas na tabela acima.


Resolução promove alteração em cargos

Aprovada no dia 7 de maio, a resolução que reestrutura o quadro da Justiça Eleitoral trouxe mudanças na nomenclatura dos cargos efetivos, além de ajustar o nível de escolaridade do técnico judiciário, que passou do nível médio para o superior, em função da Lei 14.456/2022.

Entre as alterações, a resolução cria a especialidade de Medicina do Trabalho, para o cargo de analista judiciário.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

O documento também muda a denominação dos cargos de analista judiciário de Engenharia para Engenharia Civil e de Análise de Sistemas para Tecnologia da Informação.

O cargo de técnico judiciário de segurança passa a ser denominado agente da Polícia Judicial.

O edital do concurso já estava sendo elaborado com base nessa proposta de resolução. O documento trará as novas atribuições, nomenclaturas e níveis de escolaridade que serão exigidos.

Por esse motivo, o edital só poderia sair após a aprovação da resolução. A publicação chegou a ser cogitada para abril, mas foi adiada porque a reestruturação foi retirada da pauta do Plenário do TSE do dia 9 do mês.


Fato Novo com informações e imagens:  Folha Q Concursos

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Continuar Lendo

Mais vistas