Ligue-se a nós

Vídeos

Entrevista Délcio Rodrigues sobre os acordos e declarações na COP26

Publicado

no

https://www.youtube.com/@MidiaNINJAoficial

Em conversa com a Mídia NINJA nesta quarta-feira (03), o Diretor do Instituto Clima Info, Délcio Rodrigues, fez um panorama das discussões ambientais e uma breve avaliação da participação do Brasil na #COP26 que acontece em Glasgow, na Escócia.

Segundo ele, a redução efetiva das emissões de carbono e o financiamento climático são dois pontos importantes a serem debatidos durante a semana de negociações. Décio defende que os países que mais poluem precisam assumir compromissos muito mais fortes em relação à redução dos gases do efeito estufa. “É preciso reduzir 50% as emissões até 2030 e cair para 0 até 2050, para ter a chance de ter o aquecimento global limitado e 1,5ºC”.

Outro ponto citado por ele é a questão financeira. “Existem países pobres que não tem recursos para se adaptarem, não tem recursos para conseguir tecnologia para o novo momento e uma economia de baixo carbono precisa ser financiada”. Ele citou ainda, os compromissos firmados pelo Brasil durante a Conferência.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

⚠️ Se inscreva no canal, dá um 👍🏾 no vídeo e ative o 🔔 para receber notificações. http://bit.ly/YTNINJAinscreva

🗣 A sua colaboração amplifica a nossa voz, doe – https://www.catarse.me/midianinja

Fonte: Mída Ninja

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90
Continuar Lendo
Anúncio
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Congresso Nacional

Senado aprova novo Perse e redução de tributos de equipamentos industriais

Publicado

no

Por

Na última terça-feira (30), o Plenário aprovou a criação do novo Perse, o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos

Criado inicialmente durante a pandemia de covid-19, o programa prevê novas regras para os incentivos ao setor de eventos (PL 1.026/2024). Outro projeto aprovado é o que reduz a tributação para empresas na compra de novos equipamentos industriais. O objetivo do PL 2/2024 é estimular a modernização do setor.


Siga nossas redes sociais: Facebook Instagram.


Fato Novo com informações: Agência Senado

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

Continuar Lendo

Congresso Nacional

CBF diz que manipulação de resultados é prática antiga agravada por bets

Publicado

no

Por

A CPI das Apostas Esportivas ouviu na segunda-feira (29) representantes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sobre as denúncias de manipulação no resultado de partidas de futebol

Para a confederação, que apresentou ações para impedir o jogo sujo, a prática é antiga e foi agravada pelo surgimento das bets.


Fato Novo com informações: Agência Senado

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90
Continuar Lendo

Economia

Eduardo Moreira explica manipulação do noticiário econômico da grande mídia em cima de fala de Galípolo

Publicado

no

Por

O diretor de política monetária do Banco Central, Gabriel Galípolo, cotado para substituir Roberto Campos Neto à frente da autarquia, vem sendo alvo da grande mídia, que, porta-voz do mercado, tenta forçar a mão no noticiário

Cotadíssimo para substituir Roberto Campos Neto na presidência do Banco Central, o diretor de política monetária da autarquia, Gabriel Galípolo, virou a bola da vez da manipulação vergonhosa da grande mídia.

Na quarta-feira (24), a manchete do jornal Valor Econômico, pertencente ao Grupo Globo, trazia na chamada: “Dólar e juros futuros vão à máxima do dia durante falas de Galípolo”. Segundo a notícia, o diretor da instituição, que participou de um evento em São Paulo, disse acreditar que o BC não deve participar do voto de meta de inflação e destacou o aumento na correlação entre a curva de juros no Brasil.

O economista e fundador do ICL (Instituto Conhecimento Liberta), Eduardo Moreira, explicou de modo didático como, na verdade, a notícia foi uma grande forçada na mão para conectar temas completamente díspares.

“Quando você lê essa notícia, você fala assim: ‘Galípolo falou alguma besteira e o mercado degringolou’”, disse Moreira em comentário no ICL Notícias 1ª edição.

Após ler a notícia, Moreira disse que buscou dados das bolsas brasileira e de Nova York. Ao verificar os gráficos dos dias 24 e 25, verificou que “não aconteceu nada!”. “Absolutmente nada de diferente da bolsa dos EUA e da bolsa do Brasil, que só seguiu [a bolsa americana]. Ou você pode acreditar que a fala do Galípolo numa ‘reuniãozinho’ pequena alterou a bolsa americana?”, ironizou Moreira.

Depois, o fundador do ICL comparou as relações dólar-real com o dólar-peso mexicano no dia 24. Ao mostrar os gráficos, constatou o dólar-peso subiu até mais que o dólar-real e isso também não teve nada a ver com a fala de Galípolo.

Anúncio
Alle Rede Ads 728x90

“Uma manchete no Valor vergonhosa! Uma manchete de alguém que está ‘incomodadinho’ com alguém que resolveu ir para o Banco Central e que, ao invés de ser garoto de recados do mercado financeiro, ele tem sido, na minha opinião, o nome mais importante em termos de qualificar o Banco Central na importante missão que o BC tem, que é não atrapalhar e não servir os donos do capital financeiro nos últimos tempos. O mercado não gosta disso”, disse Moreira.

Assista ao vídeo com os comentários de Eduardo Moreira abaixo:

Fato Novo com informações do ICL Notícias

Continuar Lendo

Mais vistas